F-duto: o sistema mais engenhoso dos ultimos tempos na F1.

O equipamento que vem gerando polêmica na Formula 1, chamado F-duto (ou Snorkel) desenvolvido pelos engenheiros Mclaren é sem dúvida uma das invenções mais geniais da história da Formula 1.

O sistema funciona da seguinte forma: existe uma pequena entrada de ar no bico do carro que teoricamente serviria para refrigerar o cockpit proporcionando mais conforto ao piloto. Mas porque toda essa preocupação com isso agora? os engenheiros são bonzinhos? não! de forma alguma, essa desculpa foi das mais esfarrapadas. Na verdade, o ar entra no cockpit, mas o duto se prolonga até o aerofólio traseiro, onde acontece a magica…

O esquema da figura acima mostra o caminho do ar, o orificio fica próximo aos pedais e quando o piloto entra na reta, ele fecha o buraco da ventilação com o joelho ou o pé, o ar é canalizado até o aerofólio traseiro, com o aumento do fluxo de ar na asa, se consegue uma diminuição de até 15Kg a pressão aerodinâmica (downforce). O que isso significa? aproximadamente 10km/h a mais numa reta (o que é um ganho absurdo).

O sistema engenhoso e tido como genial é facilmente explicado pela equação de Bernoulli (que trata da dinâmica dos fluidos):

onde: P1 é a pressão em cima da asa, P2 a pressão embaixo da asa, Rho é a densidade do fluido (ar no caso) e V1 e V2 são as velocidades do fluido (ar) em cima e embaixo da asa respectivamente.

como funciona?

R:  Assumindo que o produto Rho*g*h é igual para os dois lados da equação, podemos esquecer o efeito deles, sobra:


deixando mais amigável:

como Rho é constante (admitindo que a densidade do ar não varia), concluimos que a variação da pressão aerodinâmica (P1-P2) depende apenas a diferença dos quadrados das velocidades do ar (v2²-v1²) que passam por cima e por baixo da asa. Quanto maior a velocidade de cima em relação a de baixo, menos pressão é gerada na asa, o que faz o carro ganhar velocidade, na curva quando o piloto desobstrui o orificio e o ar passa com menos velocidade pela asa diminuindo a relação entre essas velocidades, ou seja, aumenta-se a pressão e o carro volta a ficar grudado no chão por uma força conhecida por Downforce, resumindo, o que os engenheiros inventaram foi um sistema que anula o efeito da asa traseira na reta.

Anúncios
  1. muito engenhoso, esse f duto e uma obra da engenharia automobilistica

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: