Das pistas para as ruas: Como funciona o ABS?

Olá pessoal,

No post passado o Alan deu a ótima sugestão de falar sobre as tecnologias que foram desenvolvidas na Fórmula 1 e hoje estão presentes nos carros de rua.

Hoje eu vou falar sobre o ABS (do Alemão Antiblockier-Bremssystem mais tarde “traduzido” para o inglês como Anti-lock Breaking System) que para quem não conhece exatamente, é um sistema eletrônico que impede o travamento das rodas na frenagem e que de fato nasceu nos carros de Fórmula 1 mas que hoje é proibido no esporte (vou dizer o motivo mais tarde). No Brasil infelizmente o ABS ainda é tido como um item de luxo nos carros de rua. Há também as pessoas que o acham desnecessário e na hora de comprar o carro acabam deixando de comprar um carro com ABS para comprar um com um mp3 player por exemplo.

O ABS é um item de segurança tão importante que a partir de 2014 será obrigatório em todos os carros fabricados no Brasil, o sistema é tão eficiente que como disse antes o ABS é proibido na Fórmula 1, justamente porque permitiria ao piloto a frear muito mais tarde e com muito menos cuidado, o piloto poderia pisar no freio com toda a força e deixar que o sistema controlasse as rodas para que não houvesse o travamento de nenhuma delas, ou seja, foi proibido porque melhora incrivelmente o desempenho na hora de frear, o que é muito interessante para os carros de rua, mas não para o esporte em si.

Dada a introdução ao tema, vamos nos perguntar por que a os freios travam as rodas de um carro?

Bom, acho que todos vocês já ouviram falar em FLUIDO DE FREIOS, esse fluido é armazenado em um reservatório e circula por dutos até os discos “empurrando” um pistão, que por sua vez empurra as pastilhas e as mesmas pressionam o disco para que haja a frenagem. O travamento ocorre devido a um excesso de fluido em um dos discos. O trabalho do ABS é justamente controlar os níveis de fluido em cada uma das rodas através de sensores e evitar que haja fluido demais em um lugar e de menos no outro.

Alguns elementos que compõem o sistema de frenagem

Para o leitor ter uma idéia da eficiência do sistema ABS, um carro a 80 km/h sem ABS leva cerca de 60m para parar completamente, já o mesmo veículo com o sistema leva 47m.

Mas então, como de fato funciona o ABS?

Vamos observar o esquema abaixo:

Layout de um sistema de ABS

Basicamente é como ilustrado, a unidade de controle do ABS tem 4 sensores de velocidade que estão obviamente conectados um a cada roda, de acordo com a velocidade que a roda gira, o sensor envia uma sequência de pulsos elétricos para a central, quanto maior a velocidade da roda, maior o numero de pulsos por unidade de tempo.

Na central existem uma bomba e 4 saídas (considere uma saída como um duto da central até um dos discos) o que permite que o sistema ABS controle a quantidade de fluido em cada roda de maneira independente.

Quando uma das rodas está próxima de travar (ou seja, sua velocidade é muito baixa em relação às outras 3) o sensor envia uma quantidade muito pequena de pulsos elétricos,  a central percebe que há uma pressão excessiva em um dos freios e alivia o volume de fluido naquela roda.

Bom pessoal, esse é o funcionamento básico de um sistema de ABS espero que tenham gostado e caso achem interessante que eu fale sobre algum assunto em especifico, faça como o meu amigo Alan, entre aqui e dê a sua sugestão.

Um grande abraço,

Rafael.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: